A gente se reconhece nas artes.

i

t

f

 

Imprensa

Dança e Teatro | Desenvolvendo Talentos

Um presente e um futuro para novos talentos na dramaturgia

 

É impossível você não evoluir, é impossível você não aprender, é impossível você não crescer como artista. Essa experiência foi suficiente para me transformar e transformar o que eu faço. – Herbert Bianchi, participante do 7º Núcleo de Dramaturgia.

 

Shakespeare uma vez escreveu que os velhos desconfiam da juventude porque foram jovens. E não é à toa: nada mais potente, promissor e transformador do que a juventude. Ela guarda em si todas as promessas de mudança, de avanço e construção. E também de destruição, tanto alheia quanto de si própria. Por isso nada mais essencial do que as oportunidades – porque através delas, ímpeto, talento e energia inesgotável se transformam em criação. Com o objetivo de desenvolver novos talentos da dramaturgia, o British Council promoveu, dentro do Programa Transform, projetos de intercâmbio de experiências e metodologias brasileiras e britânicas nas artes cênicas.

Liliane Rebelo
Gerente de Artes para Dança e Teatro
British Council Brasil

1o

O Núcleo de Dramaturgia SESI - British Council foi o grande vencedor do Prêmio Shell na categoria Inovação em 2016

1300

pessoas assistiram à 9a Mostra Conexões de Teatro Jovem em São Paulo em 2015

85

novos autores tiveram suas peças selecionadas para leituras dramáticas, montagens profissionais e publicadas pela editora SESI-SP

Um novo olhar, uma nova escrita

Um deles é o Núcleo de Dramaturgia SESI – British Council, programa de fomento à dramaturgia em que autores brasileiros emergentes passam por um processo de educação continuada para desenvolver e aprimorar técnicas de escrita dramatúrgica. Além de investir em formação, o Núcleo tem o objetivo de incentivar criações que expressem novas visões de mundo e linguagens, além de dar oportunidade para que talentos de comunidades que tem pouca expressão também se desenvolvam e se tornem conhecidos. Uma das últimas oficinas do Núcleo em 2016 foi com a dramaturga escocesa transsexual Jo Clifford, com o tema ‘A Empatia na Escrita Dramatúrgica: Desenvolvendo a Escuta’. Nada como a ideia e o exercício da empatia para uma arte realmente representativa e potente.

VIDEO: Núcleo de Dramaturgia SESI - British Council

Confira mais videos do Transform [+]

O Núcleo de Dramaturgia SESI - British Council teve origem em 2007, antes do início do Transform e já está em sua 8ª edição. A cada ano, ao longo de dez meses, 12 novos autores brasileiros passam por um processo de formação com aulas semanais, incluindo workshops, eventos e palestras com dramaturgos britânicos, brasileiros e latino-americanos. Ao longo do programa, cada dramaturgo tem sua voz lapidada e escreve uma obra. “Todos os textos criados dentro do Núcleo de Dramaturgia são publicados na íntegra, sem corte, sem edição, pela Editora SESI – SP”, diz Alexandra Miamoto, Gerente Interina de Operações Culturais do SESI. Das peças escritas, algumas são lidas para um público aberto e outras são montadas. “O que nós queremos é trabalhar com esse autor a possibilidade de ele trazer de dentro dele pontos de vista diferentes sobre o mundo”, diz Marici Salomão, Coordenadora Literária do projeto. “Realmente eu tive um retorno muito bom dessa experiência. A primeira peça que escrevi foi vencedora de um concurso da BBC de peças teatrais para rádio. Tive a possibilidade de ir para lá e assistir as gravações!”, diz Fernanda Jaber, participante da turma de 2008/2009. Em 2016, o Núcleo venceu o Prêmio Shell de Teatro na categoria Inovação, um importante reconhecimento de que é preciso investir na descoberta e formação de novos escritores.

Conectar para crescer

O British Council tem uma atenção especial à formação de jovens talentos em artes cênicas. O projeto Conexões de Teatro Jovem é a versão brasileira do consagrado Connections, do National Theatre de Londres, que já existe há mais de 20 anos e produziu mais de 100 peças. Em parceria com o Colégio São Luis, Cultura Inglesa e a Escola Superior de Artes Célia Helena, o programa é aberto a grupos teatrais de estudantes de 12 a 19 anos, de escolas públicas, particulares e independentes ligadas a ONGs. O Conexões comissiona dramaturgos renomados do Brasil para escrever peças para adolescentes, e traduz peças escritas por dramaturgos do Reino Unido. Elas são montadas pelos grupos ao longo de um intenso processo de aprendizagem que inclui a leitura dos textos, workshops de imersão com os autores, fóruns e ensaios. “É um projeto que fomenta a dramaturgia feita por e para jovens”, explica Liliane Rebelo, Gerente de Artes do British Council.

 

“É um projeto que une educação, inclusão, desenvolvimento social e artístico. É um presente para nossa cultura jovem no país.”

Liliane Rebelo, Gerente de Artes para Dança e Teatro - British Council

Um dos objetivos do Conexões é estimular a interação entre Teatro e Educação e debater questões comuns aos jovens de qualquer nacionalidade. Em visita ao Brasil em 2014, o grupo escocês Junction 25 apresentou um texto escrito colaborativamente por 14 de seus integrantes. A peça foi encenada por três grupos do projeto, cada um com sua própria versão do texto. “São questões universais que a gente queria explorar, como a pressão sobre os jovens com relação à Educação, a pressão da escola e dos exames vestibulares também”, diz Clare, atriz do grupo escocês. Em 2016 o Conexões completa seu 10º aniversário e está sendo comemorado em grande estilo. O portfólio de textos da décima edição inclui nomes de peso como Patrick Marber, autor de Closer e Notas Sobre um Escândalo, Lucinda Coxon, Alexandre Dal Farra e Luciane Guedes. “É um projeto que une Educação, Inclusão, Desenvolvimento Social e Artístico. É um presente para nossa cultura jovem no país”, diz Liliane. Mesmo falando línguas diferentes, com origens e histórias tão diversas, o envolvimento apaixonado dos grupos participantes é a prova viva de que a gente realmente se reconhece – e se transforma – nas artes.

DESTAQUE
Conversas Transformadoras

“A arte transforma tudo."
Jo Clifford

Jo Clifford, Dramaturga, poeta e atriz escocesa, fala sobre como foi seu trabalho junto com o British Council/Transform nos projetos Núcleo de Dramaturgia SESI - British Council.

LEIA MAIS

Conheça as demais áreas de atuação do Transform:

| Música | Museus | Dança e Teatro | Cinema e Literatura |

| Economia Criativa e Capacitação | Acessibilidade e Direitos Humanos |

 

i

t

f